Notícias do Front

Indicação Geográfica: INPI certifica Litoral Norte Gaúcho, região arrozeira
24/08/2010

INPI concede primeira Denominação de Origem para brasileiros

INPI concede primeira Denominação de Origem para brasileiros

O INPI concedeu, no dia 24 de agosto de 2010, a Denominação de Origem para o Litoral Norte Gaúcho, região produtora de arroz - foi a primeira para produtos brasileiros. A entrega oficial do certificado será no dia 1o. de setembro, em Esteio (RS), com representantes do INPI e da Associação de Produtores de Arroz do Litoral Norte Gaúcho (Aproarroz).

Uma das variações da Indicação Geográfica, a Denominação de Origem (DO) é uma certificação que reconhece produtos cujas características se devem essencialmente ao meio geográfico. A outra é a Indicação de Procedência (IP), que delimita uma área conhecida pela fabricação de certos produtos, mas sem relação direta com o meio.

No caso do arroz produzido no litoral norte gaúcho, o clima é o principal responsável por um produto mais solto, translúcido e que rende mais. Segundo estimativas, a região produz, anualmente, cerca de 600 mil toneladas de arroz e gera cinco mil empregos diretos, sem contar quase 20 mil empregos indiretos. Com a certificação, a meta é agregar valor ao produto, desenvolver a economia da região e conquistar novos mercados.

O Brasil possui sete IPs: Pinto Bandeira (RS), para vinho tinto, branco e espumante; Região do Cerrado Mineiro (MG), para o café; Vale dos Vinhedos (RS), para vinho tinto, branco e espumante; Pampa Gaúcho da Campanha Meridional (RS), para carne bovina e derivados; Paraty (RJ), para cachaça e aguardente composta azulada; Vale do Submédio São Francisco (BA/PE), para manga e uvas de mesa; e Vale do Sinos (RS), para couro acabado.

Também existem quatro DOs concedidas para estrangeiros no Brasil: Região dos Vinhos Verdes (Portugal), para vinhos; Cognac (França), para destilado vínico ou aguardente de vinho; San Daniele (Itália), para coxas de suínos frescas e presunto defumado cru; e Franciacorta (Itália), para Vinhos, vinhos espumantes e bebidas alcoólicas.

A Indicação Geográfica é um serviço da Coordenação-Geral de Outros Registros, da Diretoria de Contratos de Tecnologia e Outros Registros do INPI.
 

 

Fonte: INPI